Aluna participa de iniciação científica há 3 anos

16 | 05 | 2014
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Com o objetivo de fomentar a pesquisa entre os alunos, a Toledo Presidente Prudente possui convênio com o CNPQ/PIBIC. Alana Fagundes Valerio, aluna do 7º termo de Direito da Toledo, participa desde 2011 do grupo “O Estado de Direito: aspectos políticos, jurídicos e filosóficos”.
 
Ela conta que o interesse pela iniciação científica começou no ano de 2011, quando participou pela primeira vez do Encontro Toledo de Iniciação Científica (ETIC).
 
“O artigo que escrevi teve como título ‘A Lei 6.683/79 e a Comissão da Verdade’. Depois do ETIC, o trabalho foi publicado na Espanha”, relembra.
 
Ainda em 2011, a aluna teve o artigo “Tutela de Emergência nos casos brasileiros no Sistema Interamericano de Direitos Humanos”, publicado na Argentina.
 
Para ela, a pesquisa científica auxiliará aqueles que desejam investir na carreira acadêmica e por isso participa desde que ficou sabendo dos grupos na Toledo.
 
“É o primeiro passo, porque os artigos publicados trazem um diferencial para o currículo lattes e demonstra que o estudante foi produtivo durante o período em que estava cursando a graduação.”, comenta.
 
Atualmente, Alana atua como estagiária na Justiça Federal e sua monografia está sendo construída nas reflexões das pesquisas que foram desenvolvidas pelo grupo de iniciação científica no qual está inserida.
 
“Pertencer a um grupo que está vinculado ao CNPQ é fundamental, porque ele é um dos mais importantes junto com a Fapesp que financiam pesquisas na graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e livre docência”, finaliza.

ASSUNTOS
RELACIONADOS