Aluna participa de Seminário em Salamanca

27 | 12 | 2012
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

A aluna de Direito da Toledo, Beatriz Canhoto (foto), participou do seminário Direito Internacional Humanitário e ação Humanitária no Salón de Actos del Edificio FES – Campus Miguel de Unamuno, Faculdad de Derecho de Salamanca.

O evento foi realizado no mês de novembro e foi organizado pelo Departamento de Derecho Público General – Área de Derecho Internacional Público y Relaciones Internacionales e contou com a presença de Jakob Kellenberger,  ex-presidente do Comitê Internacional da Cruz Roja

A Cruz Roja (Vermelha) trabalha em todo o mundo com o objetivo de levar assistência humanitária as pessoas que são afetadas por conflitos e também pela violência armada. 

Beatriz explica que a Universidade de Salamanca estabeleceu uma parceria com Jakob Kellenberger e, por esse motivo, a instituição promove atividades sobre o tema. “Até porque é preciso considerar a importância do assunto no âmbito das relações internacionais e do contexto histórico que estamos vivendo”, afirma.

Durante o evento, Jakob Kellenberger afirmou que Direito Internacional Humanitário é um ramo do Direito que tem como meta encontrar soluções oara os problemas que são resultados de conflitos armados. Além disso, o Direito Internacional Humanitário deve buscar restringir meios e métodos de guerra, com o objetivo de proteger as pessoas e os bens que são afetados pelos conflitos.

A aluna afirma que é realmente um privilégio participar de eventos com pessoas de expressão mundial e que possuem larga experiência internacional em vários temas.

“O ex-presidente do Comitê Internacional da Cruz Roja blindou os participantes com momentos ímpares; relatando sua experiência em diversos contextos de conflito, destaque, em especial, para a situação de impasse que envolve Israel, os territórios palestinos, a faixa de Gaza, além da Síria e outros países do Oriente Médio.

Beatriz também comenta que participar de eventos como estes servem para melhorar o raciocínio jurídico. “O seminário contribuiu para nos mostrar a realidade de sociedades plurais e complexas que estão em conflito, partindo de uma análise crítica e de um raciocínio jurídico que contribui para a defesa dos direitos humanos”, finaliza.
 

ASSUNTOS
RELACIONADOS