Alunos da Toledo Prudente participam de maratona do CNJ e concorrem prêmio de R$ 40 mil

19 | 10 | 2020
Mariane Peres
Mariane Peres

Os
alunos dos cursos de Direito e Sistemas de Informação da Toledo Prudente estão
participando do ciclo de inovação realizado pelo Conselho Nacional de
Justiça, o CNJ Inova. Antenados 
em tecnologia, os estudantes apresentarão projetos para simplificar e
melhorar a tramitação de processos no sistema judiciário no Brasil. A equipe
vencedora receberá o prêmio de R$ 40 mil. 

 

A
maratona virtual tem como objetivo propor ideias colaborativas em áreas
multidisciplinares para que desenvolvam soluções inovadoras, descentralizadas e
disruptivas que beneficiarão toda a sociedade. Neste ano, o tema do evento
é o sistema judiciário. 

 

Foram
propostos dois desafios a serem escolhidos por equipes participantes de todo o
país. O primeiro trata-se do “Tempo e Produtividade”, visando o andamento de
processos em cada unidade judiciária do Brasil. Já o segundo, que foi o
escolhido pelos alunos da Toledo Prudente, é sobre “Inconsistências de dados
nos sistemas dos tribunais”. A equipe
precisa identificar e corrigir na base do DataJud as
inconsistências nos metadados dos processos em tramitação. 

 

Conforme
o professor Alisson do Carmo, 
que
orienta a equipe da Toledo Prudente, a soma dos dois cursos para
idealização do grupo visa trazer benefícios por meio da
Inteligência Artificial.   

Para
o aluno de Sistemas de Informação da Toledo Prudente, Gustavo Roncolato, essa
competição é “desafiadora”. “É uma maratona que contém um nível técnico muito
alto, além de possuir uma forte interdisciplinaridade com o campo jurídico, o
que aumenta o desafio”, conta.  

 

LEIA TAMBÉM
Toledo Prudente integra a Semana Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação
Toledo Prudente e SESI realizam ação voltada à escolha profissional para 400 alunos

O
estudante de Direito do Centro Universitário, Matheus Dalta, ressalta a
importância em unir duas áreas para trazer soluções que contribuam com a
sociedade. “Acredito que o ponto mais interessante desse evento é a
possibilidade de criar uma interdisciplinaridade entre áreas que parecem ser
tão distintas, além de contribuir para solucionar os problemas do Judiciário
por meio de uma ação conjunta envolvendo o Direito e Sistemas de Informação”,
diz 

 

Pioneira
em inovação jurídica, a Toledo Prudente foi a primeira instituição de ensino
superior no Brasil a lecionar sobre peticionamento eletrônico no curso de Direito após o
Poder
Judiciário adotar o Plano de Unificação, Modernização e Alinhamento, do
Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em julho de 2013.

 

O
grupo que representa a Toledo Prudente é composto pelos alunos Ana Lara
Scaliante e Matheus Dalta, de Direito, e por Gabriela Cruz e Gustavo Roncolato
de Sistemas de Informação, sob a supervisão dos professores Luis Fernando
Nogueira e Alisson do Carmo.

 

A
divulgação dos vencedores será no dia 19 de novembro.