Alunos do noturno também contaram com recepção

02 | 02 | 2011
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Apesar do mau tempo, os alunos dos cursos de graduação do período noturno das Faculdades Integradas Antônio Eufrásio de Toledo foram recepcionados pelo corpo administrativo e docente da Toledo durante o primeiro dia de aula do ano letivo de 2011.

Assim como no período diurno, a recepção foi marcada por momentos de encontros e reencontros, mas também contou com ações solidárias, como a possibilidade do calouro ou veterano fazer seu cadastro para ser um possível doador de medula óssea, realizado pelo Grupo Madu Medula.

“Desde o ano passado eu gostaria de ter me cadastrado, mas acabei perdendo a oportunidade em outras ações. Sinto-me bem, porque sei que existe a possibilidade de poder salvar uma vida”, declara o aluno do 5º termo do curso de Administração, Victor Hugo dos Santos Silveira Martins.

Nei Sergio Benincasa é pai do menino Santiago Bacaro Grandi Benincasa, que sofre com a leucemia e aguarda por um DNA de um doador que seja compatível com o seu. Presente durante esta ação solidária na Toledo, o pai de Santiago agradeceu por todo o apoio que a instituição está concedendo para a coleta de amostras dos alunos e falou sobre a importância desta realização. “Por menor ou maior que seja a mobilização, daqui da Toledo pode sair uma coleta que não auxilie o meu filho, mas outras mais de 10 mil pessoas em todo o Brasil que estão cadastradas e que estão precisando de um transplante de medula”, esclarece.

Durante todo o período noturno, os alunos também integraram o abaixo assinado idealizado pela empresária Ieda Vilella, que solicita uma série de benfeitorias na rodovia SP-294 (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros) no trecho entre Marília e Parapuã (SP), como a construção de muretas de proteção central e sinalização adequada.

A aluna do 7º termo do curso de Administração, Barbara Castilho Pelloso fez questão de apoiar o Projeto Alessandra Vilella e destacou a importância de chamar a atenção das autoridades em relação a esta necessidade. “Basta uma atitude pequena de cada um de nós, uma assinatura, que juntamente com outras milhares de adesões, irão alertar sobre um problema regional, podendo evitar futuras perdas”, explica.

Ações solidárias prosseguem na Toledo – Quem ainda não fez sua doação de sangue, não efetuou seu cadastro no Grupo Madu Medula ou não integrou o abaixo assinado no Projeto Alessandra Vilella, ainda poderá aderir a essas ações.

Veja a programação:

02/02 (período noturno) – Doação de Sangue na Sala 50 da Toledo e voluntários do Projeto Alessandra Vilella nas entradas e corredores da Faculdade.

03/02 – (período noturno) – Cadastro de possíveis doadores de medula no Grupo Madu Medula – Sala 50 da Toledo.

O abaixo assinado do Projeto Alessandra Vilella também poderá ser assinado pela web. Clique aqui e participe!

 

 

ASSUNTOS
RELACIONADOS