Alunos voltam às aulas na Toledo

01 | 02 | 2012
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Cerca de 3 mil alunos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Gestão Financeira, Marketing, Serviço Social e Sistemas de Informação retornaram nesta quarta-feira (1) às aulas na Toledo Presidente Prudente.

Calouros e veteranos foram recepcionados nos períodos da manhã e noite por colaboradores e alunos extensionistas da Toledo, que auxiliavam na localização das salas de aula.

Durante os intervalos, o Projeto Intervalo Cultural animou os presentes, quando a aluna do curso de Serviço Social da Toledo, Nathalia Germiniani Silva (foto1) fez uma apresentação de balé.

Ainda para marcar o primeiro dia de aula, membros da União Atleticana Toledo (UAT) deram as boas vindas (foto 2) aos calouros e veteranos por meio de uma empolgante apresentação da sua bateria, a Batoledo.

“Além de oferecermos um momento de alegria para os presentes, também ressaltamos a UAT, que estará fortemente presente neste ano acadêmico por meio da realização de eventos sociais e esportivos aos alunos da Toledo”, diz.

Responsabilidade Social – Neste momento de confraternização e de reencontros entre alunos e professores, ações de responsabilidade social não poderiam estar de fora. No período noturno, o Instituto RH de Presidente Prudente esteve instalado em uma das salas das Faculdades para que alunos, professores e colaboradores pudessem doar sangue como parte do projeto Trote Solidário da Toledo Presidente Prudente.

O diretor de Marketing da União Atleticana Toledo (UAT) , André Felipe Pereira de Souza (foto 3) foi o primeiro a doar e ressaltou a importância desta iniciativa. “Precisamos estar presentes nas festas, nos eventos esportivos, mas também a UAT está engajada em questões de responsabilidade e por isso, fizemos questão de sermos os primeiros a aderirmos a esta iniciativa da Toledo”, diz.

Da mesma forma pensa a aluna do 7º termo de Ciências Contábeis, Larissa Costa Wruck, que realizava a pré-entrevista. “É muito legal termos a possibilidade de realizar a doação aqui, já que a maioria das pessoas trabalha, estudam e às vezes o deslocamento torna-se uma barreira”, considera.

Já amanhã (2), na sala 50, o Grupo Madu Medula estará fazendo cadastramento de possíveis doadores para o Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome). Participem!
 

ASSUNTOS
RELACIONADOS