Arquitetura e Urbanismo apresenta crescimento de 12% no mercado de trabalho

10 | 02 | 2021
Mariane Peres
Mariane Peres

Mercado a todo
vapor! É assim que está a área de Arquitetura e Urbanismo no país. Conforme
dados mais recentes disponibilizados pela plataforma do Conselho de Arquitetura
e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), nos últimos três meses de 2020 as atividades
registradas pelo setor cresceram 12% em relação ao mesmo período de 2019. Os
números também refletem na região de Presidente Prudente, a qual a procura por
arquitetos e urbanistas está em ascensão.

 

De acordo com a
coordenadora dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharias da Toledo
Prudente
, Julia Fernandes Guimarães Pereira, mesmo com a recessão devido à
pandemia do novo coronavírus ainda no início de 2019, o mercado arquitetônico
teve grande poder reação devido à sua resiliência.

 

“Mesmo em
um cenário de pandemia e muitas incertezas, é possível observar que os juros
baixos para os financiamentos imobiliários e o incremento da renda por meio do auxílio
emergencial, foram benéficos para o mercado da construção civil”, explica a
coordenadora.


LEIA TAMBÉM
Universitária cria Projeto de Centro Recreativo para deficientes visuais e encaminha para Prefeitura
Toledo Prudente abre inscrições para Mestrado Profissional

Em 2020, as
atividades de projetos arquitetônicos se mostraram as mais flexíveis. Foi o
tipo de serviço que sofreu menos impactos com a Covid-19: 3,7% de queda, contra
uma queda de 11% nas atividades de gestão e 10% nas de execução e obras, ainda conforme os dados do CAU/BR. As necessidades em conciliar os ambientes de
trabalho com o familiar, por conta do home office, por exemplo, estão entre os
fatores que auxiliaram na alta procura.

A arquiteta e urbanista formada pela Toledo Prudente, Larissa Breda, pontua qual foi o
principal motivo para o crescimento de postos de emprego para a categoria. “Decorrente
atual situação que o país se encontra neste ano de 2021, o ramo de construção
civil, incluindo a Arquitetura e Urbanismo, obteve um aumento significativo em
demanda de projetos, construções novas ou reformas em relação ao ano de 2020”,
salienta.

 

Projetos
arquitetônicos representam mais da metade (53%) do total de serviços realizados
no ano passado. Execuções de obras correspondem a quase um terço (32%) do
total, segundo o CAU/BR.

 

“Em
pesquisa com egressos e estagiários, é possível perceber que houve um aumento
da demanda por serviços de projetos e de construções em geral”, ressalta a
coordenadora da Toledo Prudente.

 

Atividade da
Arquitetura e Urbanismo no Brasil

 

Por ser uma
área com muitos postos de trabalhos e diversidade de atuação, que vão desde
obras de grandes prédios e edifícios, a ambientes funcionais, modernos e
sensoriais, a profissão atrai cada vez mais pessoas criativas, que buscam
planejar ou até mesmo empreender.

 

No
país, o número de arquitetos e urbanistas registrados no CAU é de 202.588.
Desses, 9.466 são novos profissionais que entraram no mercado durante o ano
passado. A maioria são mulheres (64%).  O número de empresas também
cresceu: são 1.099 novas empresas, um crescimento de 4% em comparação com 2019.

Todo esse
crescimento também se aplica aos postos de trabalho e vagas de estágios, que
seguem movimentadas. O Toledo Carreiras recebe mensalmente inúmeras
oportunidades que oferecem conhecimento prático e vantajosas remunerações.

 

Esse é o caso
da aluna Beatriz Nunes, do 7º termo de Arquitetura e Urbanismo da Toledo
Prudente
. Ela conquistou a vaga de estágio em novembro de 2020, período o qual
o CAU/BR contabilizou a alta no mercado de trabalho. “A Toledo Prudente tem um
papel fundamental para meu ingresso no mercado de trabalho. Tem sido uma grande
experiência, me sinto mais capacitada em fazer os projetos propostos em sala de
aula”, ressalta a aluna.

 

Com certeza, após
todas essas informações, você percebeu que o ramo da Arquitetura e Urbanismo
está cada vez mais promissor. Ficou interessado em saber mais sobre a atuação
profissional e o curso? Então, clique aqui