Cine-debate de Psicologia discutirá sofrimento psíquico com base no filme “Coringa”

27 | 10 | 2022
Lais Ernesto
Lais Ernesto

Quais aspectos da sociedade contribuíram para a desordem mental que transformou Andrew em Coringa? Com o Cine-debate do curso de Psicologia da Toledo Prudente você descobrirá. O evento terá como tema “Coringa e o sofrimento psíquico: o que a Psicologia pode nos dizer?”.

Podem participar alunos do curso, estudantes do Ensino Médio, acima de 16 anos, profissionais da saúde e educação que queriam compreender o sofrimento psíquico. O Cine-debate será no dia 10 de novembro, às 19h, na Toledo Prudente. As vagas são limitadas.

Inscreva-se!

De acordo com a coordenadora do curso de Psicologia da Toledo Prudente, Mariana Hauser de Castilho, o tema abordado no debate é de interesse da sociedade. “O que leva uma pessoa a cometer atos de violência? Como a Psicologia pode contribuir no que diz respeito ao tratamento e prevenção ao adoecimento e das agressões? Toda pessoa em sofrimento psíquico é ou pode se tornar violenta? Violência é indício de psicopatia?”, reflete.

A coordenadora ressalta, ainda, que diante das preocupações cotidianas, o cine-debate pode colaborar para que as pessoas tenham um olhar mais sensível e apurado para o sofrimento psíquico e para seus desdobramentos na sociedade.

“A iniciativa tem o objetivo de contribuir com a formação dos alunos, refletindo sobre os aspectos psicossociais do adoecimento”, salienta.

As professoras, Mariana Hauser de Castilho, Aline Daniele Hoepers e Rosana Vera de Oliveira Schicotti, estarão à frente das discussões.

Conheça as facilitadoras:

Mariana Hauser de Castilho é mestre em Psicologia, coordenadora do curso de Psicologia da Toledo Prudente, psicóloga clínica M. V. H. F. Clínica de Psicologia e Psicóloga judiciária – Tribunal de Justiça de São Paulo.

Aline Daniele Hoepers é doutora em Psicologia. Possui especialização em Proteção Social. Exerce a função de psicóloga Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. É docente no curso de Psicologia na Toledo Prudente. Possui percurso anterior de atuação profissional em políticas públicas e clínica psicológica. Desenvolve, atualmente, pesquisas relacionadas a violências vividas por mulheres, Psicologia Social e afetos. É associada da Associação Brasileira de Psicologia Social.

Rosana Vera de Oliveira Schiotti é doutora em Psicologia. Tem experiência como psicóloga e docente no ensino superior, com enfoque em contextos institucionais, processos grupais, avaliação psicológica e estudos sobre o desenvolvimento humano. Realizou aprimoramento em Psicologia Hospitalar. Participa de curso de Psicanálise pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBP-SP), permanecendo em formação continuada. Trabalha como psicóloga judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e também atua como psicóloga clínica. É professora do curso de Psicologia da Toledo Prudente.