Em concurso nacional, Toledo está entre as melhores

14 | 10 | 2013
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
A Toledo Presidente Prudente, por meio do curso de Direito, está classificada em 13º do País na 1ª fase do Concurso Nacional do Sistema Interamericano de Direitos Humanos. 
 
O concurso consiste em uma simulação do julgamento e processamento de casos hipotéticos perante a Corte Interamericana de Direitos Humanos e é realizado pela Secretaria de Direitos Humanos.
 
A equipe que representa a Toledo é formada pelos alunos do curso de Direito: Bruno Petermann Choueiri Bugalho, Lucas Areias Soares e Lucas Octávio Noya dos Santos.
 
Santos explica que para a primeira fase foram inscritas 72 instituições.
 
“Do total de inscritas, apenas 32 foram selecionadas e a equipe da Toledo superou a Mackenzie e a USP”, comenta.
 
A 2ª fase do Concurso Nacional do Sistema Interamericano de Direitos Humanos ocorrerá entre os dias 18 e 22 de novembro e compreenderá na elaboração e envio de dois memoriais escritos até o dia 27 de outubro e mais fase oral que será realizada em Brasília.
 
Bruno Bugalho acrescenta que na fase oral será proposta uma situação singular e inédita.  
 
“A organização do evento optou por dividir a fase oral em duas. Uma delas é a tradicional simulação do julgamento e processamento perante a Corte Interamericana de Direitos Humanos em que, de um lado teremos uma equipe defendendo os interesses das supostas vítimas e de outro teremos uma equipe defendendo os interesses do Estado”, explica.
 
O aluno acrescenta que haverá uma ramificação original na fase oral onde as equipes assumirão diversos papéis de forma aleatória e deverão incorporar as figuras mais diversas possíveis que influenciam no funcionamento da Corte. 
 
“Poderemos ser desde um ministro das relações exteriores emitindo pareceres do Estado perante a Corte e até mesmo o Presidente do país fictício dando uma entrevista a um meio de comunicação local simulado”, expõe.
 
Lucas Areias Soares expõe que a classificação da Toledo na primeira fase é o resultado do ensino de qualidade.  
 
“Um bom desempenho da equipe é capaz de mensurar a qualidade da formação dos alunos pela Instituição à qual pertencem, não só em conhecimento jurídico, mas também em capacidade de argumentação e oratória”, exalta.
 
A equipe que obtiver o melhor desempenho representará oficialmente o Brasil nas competições de Washington D.C. 
 

ASSUNTOS
RELACIONADOS