Evento abordou temas atuais do cenário mercadológico

30 | 04 | 2013
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Durante os dias 23 e 25 de abril aconteceu no Salão Nobre da Toledo Presidente Prudente, o Simpósio Integrado de Negócios e a Jornada Tecnológica. O evento contou com a presença de alunos, professores e interessados no tema. 

O simpósio foi organizado pelos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Marketing, Gestão Financeira e Sistemas de Informação em parceria com a Empresa Júnior Toledo (EJT).
 
No primeiro dia, os alunos assistiram a palestra de Antonio Renato Cecconello que teve por tema ‘Plano de negócios e finanças’. 
 
O palestrante afirmou que a construção de um plano de negócios irá delimitará de onde a empresa sai e onde ela pretende chegar.
 
“Posso comparar o plano de negócios com um plano de voo, porque um piloto pode até viajar sem um plano, mas ele enfrentará problemas durante a viagem. Assim é como uma empresa, por isso é recomendável que todas tenham um plano de negócios”, afirma. 
 
Cecconelo ainda afirmou que ninguém faz uma empresa para durar um dia.
 
“A falta de planejamento, de capital de giro, os problemas legais e a falta de clientes são alguns dos problemas que levam uma empresa a não resistir por sequer cinco anos”, comenta. 
 
Ele ainda acrescentou que não é possível ter uma empresa, se não existir demanda. 
 
No segundo dia de evento, a palestra foi ministrada por Alfredo Motta, sócio-fundador da Agência Namosca que é especializada no público jovem.
 
Em sua explanação, Motta contou sobre sua experiência profissional, também abordou a abertura da Agência Namosca, falou sobre o bom e velho Marketing e por fim deu dicas aos alunos que estavam assistindo sua palestra.
 
“Vivemos num país que tem pouquíssima cultura de marketing. Os gestores brasileiros adotam na imensa maioria dos casos a mesma estratégia: oferecer o produto mais simples possível, mais barato do que o concorrente internacional, no maior número de pontos de vendas e sem gastar em promoção. E pesquisar para que, se eles sabem o que o consumidor quer?”, comenta.
 
O palestrante afirma que o Brasil ainda está na pré-história do Marketing e que há muito a ser feito. 

Motta também contou que a Namosca surgiu do sonho que ele tinha em empreender dentro de uma economia criativa e que buscavam um diferencial no mercado.
 
“Decidimos no especializar em target e não em ferramentas. Afinal, na nossa visão, aí está todo o valor que o cliente busca e a escolha do jovem foi um mix de fatores: um segmento grande, onde poderíamos criar uma empresa sem concorrentes, com um público que nos obrigaria a sempre ousar, num momento em que o tradicionalismo na mídia não podia prosseguir (explosão da penetração da internet)”, explica.
 
Na última noite, Marcus Figueiredo falou sobre a Evolução do Conhecimento e como esses novos conceitos tem impacto sobre a vida das pessoas.
 
“Hoje o Bring your oyn device (BYOD), e a consumerização são conceitos presentes na vida das empresas, porque o BYOD é aquele conceito que o funcionário pode trazer até a empresa os equipamentos que mais lhe agradam e a consumerização é a fusão dos produtos usados em casa e que passaram a ser usados nas empresas. 
 
Além disso, Figueiredo ressaltou que a área de Tecnologia da Informação está mais voltada em manter o sistema funcionando e em um futuro muito próximo, eles serão repositório de informações e responsáveis por gerar o conhecimento.
 
Paralelamente às palestras também aconteceram minicursos voltados à área de tecnologia e negócios. Os minicursos ministrados foram: – Iniciação HP12C; – Introdução à Programação Android; – Desenvolvendo Relatórios com Crystal Reports; -Seguranças em Redes Wi-Fi; – Introdução ao WordPress; – Modelagem 3D Utilizando Pov-Ray; – Programação Orientada a Aspectos; – Criatividade nas Organizações; – Noções Básicas de ICMS; – Noções Básicas de Departamento Pessoal; – Planejamento Financeiro e – Iniciação ao Mercado de Ações
 
A aluna do 1º termo de Administração da Toledo, Elizangela Pavani, afirma que gostou muito do evento.
 
“Eu adorei. Foi uma experiência ótima, porque os alunos puderam ter contato com palestrantes diferentes que com certeza irão ajudar no nosso crescimento profissional”, salienta.
 
Priscila Spiguel, aluna do 3º termo de Marketing, conta que participou da organização.
 
“Foi um mês de corrida na ânsia por conquistar patrocinadores, mas o resultado final foi muito bom”, finaliza.  
 
 
 
 

 

ASSUNTOS
RELACIONADOS