Feita por cadeirante, monografia traz entraves de deficientes

24 | 11 | 2015
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Murilo Muniz Fuzetto é estudante do 8º termo do curso de Direito da Toledo Prudente Centro Universitário. O morador de Presidente Bernardes é cadeirante desde criança, quando foi diagnosticado com a Síndrome de Schwartz-Jampel.
 
“Desde que entrei na faculdade de Direito, quis estudar e me aprofundar no assunto, pois quero entender e defender os meus próprios direitos, assim como já fazem outros grupos minoritários, como os negros e os grupos de homossexuais, que lutam pelo seu espaço na sociedade”, comenta Fuzetto.
 
Ele enfatiza que durante todas suas leituras sobre direito dos deficientes, jamais encontrou um pesquisador que vivenciava o dia-a-dia em cima de uma cadeira de rodas. “Eu convivo diariamente com a cadeira de rodas. Entende a importância de toda a minha pesquisa e embasamento?”, diz.
 
Quando questionado sobre os objetivos dos estudos sobre direitos das pessoas com deficiência, Murilo diz que sua maior vontade é minimizar o preconceito. “No decorrer do trabalho é feita uma ampla análise sobre a prática da desigualdade. Para mim, neste caso, cabem às pessoas portadoras de deficiência, promover o apontamento em relação ao que está em falta na sociedade”, defende. 
 
A monografia traz ainda algumas situações clássicas vivenciadas por pessoas com algum tipo de deficiência ou redução da mobilidade. Algumas delas já ocorridas no dia-a-dia do aluno, como a ausência das vagas destinadas aos deficientes físicos em estacionamentos em áreas centrais da cidade. 
 
“Houve um caso no Fórum da minha cidade, quando o juiz teve que descer até o primeiro andar, para que eu pudesse participar enquanto estagiário de uma audiência ou ainda quando na prefeitura de Presidente Bernardes está o impasse da minha vaga de estágio por falta de acessibilidade do prédio”, conta.
 
Monografia de Mérito – Murilo Muniz Fuzetto fará a defesa do seu trabalho de conclusão de curso na próxima quarta-feira (25), às 16h, na Toledo Prudente Centro Universitário.
 
O professor Marcelo Agamenon Goes de Souza é orientador da monografia e conta que a perseverança, força de vontade e foco do aluno são pontos importantes a serem destacados.
 
“Todo desigual deve ser tratado com medidas desiguais afim de minimizar o impacto da sua desigualdade”, finaliza Agamenon.
 
Foto: Murilo e seus pais, Anderson Fuzetto e Ana Paula Muniz Fuzetto, na expectativa para apresentação de seu TCC 
 

ASSUNTOS
RELACIONADOS