Laboratórios de informática são revitalizados

15 | 02 | 2013
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Durante as férias, a Toledo Presidente Prudente realizou melhorias em seus laboratórios de informática. As reformas se deram na parte estrutural, na padronização dos micros, pois todos os computadores são Dell e, ainda, no layout.

Nos laboratórios V, VI, VII, VIII e XI, o forro foi trocado, as pinturas foram refeitas, os cabeamentos embutidos e as portas passaram por um processo de revitalização.

As máquinas dos laboratórios de impressão foram padronizadas. Todos os micros são Dell, com quatro gigas de memória e processador i3.

Beatriz Ikeda, aluna do 3º termo de Marketing, conta que sentiu diferença nos computadores.

“Os micros estão mais rápidos e a navegação está muito melhor”, afirma.

Ayslan Peloso, aluno da pós-graduação da Toledo, também percebeu a melhoria nos laboratórios.

“Como o computador é uma ferramenta, ele precisa ser rápido e posso dizer que melhoraram muito”.

Além disso, o aluno aproveita a oportunidade para ressaltar a preocupação da Toledo com seus alunos.

“Enquanto em outros lugares os micros são sucateados, aqui na Toledo os computadores dos laboratórios são de primeira linha”, ressalta.

A coordenadora de tecnologia da informação da Toledo, Viviani Piloni Vilhegas, expressa que as mudanças proporcionarão ao aluno e ao professor um desempenho mais eficiente.

“Agora todos contarão com um local mais bem equipado e configurado para suas tarefas, dando mais agilidade ao processo”, frisa.

As reformas também atingiram os quatro laboratórios usados pelo curso de Sistemas de Informação da Toledo, pois eles receberam computadores de alta performance, rede certificada, o que significa que não há perda de informação, diferentemente do que acontecia antigamente quando as informações eram transmitidas pela rede sem fio e, ainda, cada um dos quatro laboratórios possuem redes independentes.

Raphael Garcia, professor do curso de Sistemas de Informação, coloca que os laboratórios usados nas aulas contam com computadores de última geração.

“A reforma deixou os laboratórios com uma qualidade ainda maior. Agora todas as máquinas dispõe da rede e cada computador tem uma conexão direta. Agora não há mais colisão e a velocidade aumentou”, ressalta o professor.

ASSUNTOS
RELACIONADOS