Pesquisa da Toledo aponta deflação nos produtos

22 | 05 | 2012
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

No último mês, o IPT registrou deflação de 0,29%. A pesquisa realizada no dia 16 de Abril de 2012 constatou que o consumidor gastava R$ 376,21 para a compra de uma cesta básica em Presidente Prudente. Nesta pesquisa, realizada no dia 16 de Maio de 2012, este valor ficou em R$ 375,11.

A maior deflação entre Abril de 2012 e Maio de 2012 ocorreu no grupo de Higiene Pessoal com queda de 3,83%. Os produtos que mais contribuíram para esta baixa foram o Absorvente aderente (8 un.) e o Desodorante Spray (90-100 ml) com baixa de 11,73% e 6,57% respectivamente.

O grupo de Alimentos apresentou uma a menor deflação, 0,05% nesta pesquisa. Os produtos que mais contribuíram para esta baixa foram a Batata (kg) e a Farinha de Mandioca torrada (500 g) com baixa de 25,24% e 23,40% respectivamente.
Em contrapartida, o grupo de Limpeza apresentou uma inflação, 2,49% nesta pesquisa. Os produtos que tiveram elevações significativas em seus preços foram o Detergente Líquido e o Sabão em barra 5 unid. (200g) com alta de 7,56% e 2,94% respectivamente.

Alguns produtos apresentaram uma significativa diferença de preços entre os locais pesquisados, como no caso do Alho (kg), sendo encontrado entre R$ 5,90 e R$ 17,20, variação de 191,53%,e a Linguiça Fresca kg, sendo encontrada entre R$3,69 e R$7,89, com variação de 113,82%.

O IPT registra uma inflação de 8,27% nos últimos 12 meses.

A concorrência entre os supermercados dá ao consumidor a oportunidade de economizar até 44%, pois, comprando uma unidade de cada produto pelo maior preço, ele gastaria R$ 166,43. Já se a sua compra fosse feita pelo menor preço de cada produto, o total gasto seria de R$ 115,23 economizando assim o valor de R$ 51,20.

A pesquisa teve a participação dos alunos da Toledo Presidente Prudente: Osmar Martins de Melo Júnior, Bruno Fazioni Bocal, Luiz Felipe Aglio de Oliveira, Maria Luisa de Lima Pastorim, Rosana Pinheiro Goulart,Mayara MartinsBonfim, Cleber Máximo,Lorival Botigelli, Guilherme Oliveira e Edson Gomes Marcondes, José Manoel Santana e Matheus Rosasob a orientação do Economista Walter K. Dallari e da Supervisora de Prática Profissional Maria Lúcia Ribeiro da Costa.

 Clique aqui e confira a pesquisa completa

ASSUNTOS
RELACIONADOS