Produtos de Páscoa estão 6,50% mais caros

11 | 04 | 2011
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

A Empresa Júnior Toledo realizou, no dia 6 de abril, a Coleta de Páscoa em oito supermercados e hipermercados de Presidente Prudente, analisando o preço de 186 produtos. Foram pesquisados os grupos de ovos de páscoa, colombas, barras de chocolate e caixas de bombons.

Assim como nos anos anteriores, os produtos da Páscoa estão mais caros. Este ano, no geral, a alta foi de 6,50%. O maior aumento da época mais doce do ano é no grupo de Ovos de Páscoa da marca Arcor, que tiveram alta de 20,23% em relação ao ano anterior.

Se comparado com a média de preços de 2010, as barras de chocolate e as caixas de bombons sofreram um aumento de 1,43% e 5,88% respectivamente.

Em relação à numeração dos ovos, o peso pode variar conforme o modelo e marca. O ovo nº15 de modelos diferentes e mesma marca, por exemplo, pode variar de 170gr à 375gr, ou seja, uma diferença de 120,58% no seu peso. Portanto o consumidor deve observar o peso do ovo de Páscoa que irá comprar e não apenas a numeração.          
                                                                                                                                                                                                    
Os produtos com maiores altas em seus preços foram: o Especialidades nº 20 e o Bem 10 nº 20 com altas de 64,18% e 45,08% respectivamente.

Dos 186 produtos pesquisados, 7 apresentaram queda em seus preços, como o ovo Meio Laka/Meio Diamante Negro nº 15 215g, com queda de 4,29% e o Garoto Sortidos + Serenata pra Você 400g com queda de 4,22%.

A concorrência entre os supermercados faz com que a variação entre os preços de um mesmo produto chegue a 64,18% como é o caso do ovo de Páscoa Especialidades N° 20 –375g, que pode ser encontrado entre R$25,88 e R$42,49. Além desse produto outros como o ovo Bem 10 N° 20–250gr e o Ovo Bakugan – Nº 15 – 180g, tiveram variação de 45,08% e 37,89% podendo ser encontrados entre R$22,98 e R$33,34, e R$15,73 e R$21,69 respectivamente entre os estabelecimentos comerciais pesquisados.

A pesquisa teve a participação dos alunos: Maria Luisa de Lima Pastorim, Felipe José Ferreira Damaceno, Murilo Toledo Andrade de Oliveira, Mário Humberto Salvador Júnior, Francielle Ambrozio de Oliveira, Katherine Ambrozio de Oliveira, Caio Cesar M. de Oliveira, Gabriel Marques Pena, João Barbosa Júnior, sob orientação do Economista Walter K. Dallari e da Supervisora de Prática Profissional Maria Lúcia Ribeiro da Costa.

Veja aqui a pesquisa completa.

ASSUNTOS
RELACIONADOS