Professor assume Procuradoria Regional em Prudente

17 | 03 | 2011
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Com a nomeação do novo Procurador Geral do Estado de São Paulo, Elival da Silva Ramos, houve também a transição das chefias das unidades da PGE. Foi nesta oportunidade que o egresso e hoje professor do curso de Direito da Toledo, José Maria Zanuto (foto), assumiu em meados do mês de fevereiro, a unidade do órgão em Presidente Prudente.

“Certamente, o conhecimento da rotina administrativa e das peculiaridades da unidade foi decisivo para que o Procurador Geral me convidasse a responder pela chefia. E, de outro lado, não posso deixar de registrar o apoio incondicional de todos os Procuradores da Regional como um dos principais, se não o principal, fator que me levou a aceitar o convite”, diz

Zanuto explica que a Procuradoria relaciona-se atualmente da melhor maneira possível com os demais órgãos da cidade, o que facilita a troca de informações e a busca de subsídios para a defesa do Estado nas ações judiciais.

Ele também enfatiza os planos em andamento para o órgão, que objetivam acima de tudo, melhorar a divisão de trabalho entre os Procuradores e racionalizar a atuação nas diferentes demandas, tanto administrativas quanto, especialmente, judiciais envolvendo o Estado. “Daí talvez a principal medida adotada nos últimos anos que foi a especialização das bancas, divididas, no momento, em duas grandes áreas: fiscal e contencioso geral, compreendendo todas as demais ações promovidas pelo Estado ou contra o Estado. É a continuidade desse trabalho o meu primeiro e principal objetivo”, explica.

Para finalizar, a Toledo participou decisivamente não apenas da sua formação profissional, mas também pessoal e humana e, está presente, porque não dizer, na formação até mesmo da minha família. “Mais da metade da minha vida está de alguma maneira relacionada com a Toledo e em quase todos os acontecimentos há, em maior ou menor medida, a influência da Toledo e, sobretudo das pessoas com quem eu convivi e convivo em razão do vínculo comum com a Faculdade”, finaliza.

 

ASSUNTOS
RELACIONADOS