Toledo é comparada a instituição da Europa

27 | 12 | 2012
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

“A Toledo tem uma estrutura de tecnologia de informação (centro de impressão, máquinas e softwares fornecidos aos alunos) que não deixa a desejar comparando com a Eindhoven University of Technology”, afirma Guilherme Correia Santos, aluno do curso de Sistemas de Informação da Toledo que está há quatro meses na Holanda por meio do Programa Ciência sem Fronteiras.

Ele conta que está totalmente adaptado ao país, porém as maiores dificuldades enfrentadas são o frio e a alimentação.

“As temperaturas no inverno chegam a -15 graus. A alimentação é outro ponto que tem bastante diferença, pois eles não almoçam e isso demora um pouco para acostumar. A única refeição quente deles é o jantar”, descreve.

Santos expõe que 90% da população de Eidhoven fala inglês e essa experiência tem servido para que ele aperfeiçõe o idioma e também conheça pessoas de vários países, permitindo-lhe adquirir uma bagagem cultural ampla.

O aluno conta que a Eindhoven University of Technology está entre as 10 melhores do mundo e entre as 50 melhores no setor de engenharia de tecnologia.

“A estrutura da faculdade é sensacional, o campus é enorme e temos vários prédios e várias facilidades como refeitório e centro de esportes”, expõe.

Santos explica que o sistema de ensino holandês é diferente do brasileiro, pois o número de aulas é menor, porém exige mais realização de projetos e trabalhos.

“Eles focam muito em pesquisa e existe uma maior quantidade de artigos e livros para serem lidos.  O ensino holandês é considerado um dos melhores do mundo”, salienta.

Diferente do brasileiro, o sistema de ensino holandês é chamado de self-study.  Nele os professores disponibilizam o material e o aluno é o responsável por ler e procurar materiais relacionados à temática.

“Eles te dão o básico e você é quem deve se aprofundar no assunto para poder ir bem na prova”, explica.

Atualmente, o aluno está escrevendo o artigo “Comparison of formal specification versus informal natural language specification in Software Requirements Documentation” que deverá ser publicado em breve e ele ainda participa de um projeto de pesquisa na área de ERP (Enterprise Resource Planning).

Segundo ele, a diversidade cultural é um ponto interessante na discussão de como a tecnologia pode vem para auxiliar no cotidiano das pessoas.

“Agradeço a Toledo pela oportunidade e pela bagagem que me foi oferecida e tenho orgulho de representar esta instituição de ensino no exterior”, conclui.

Guilherme terminará o curso no primeiro semestre de 2013, pois as matérias que ele está cursando na Eindhoven University of Technology foram programadas a serem equivalentes às do curso de Sistemas de Informação da Toledo.

Saiba mais – Para 2013, a Toledo Presidente Prudente melhorará a qualidade do sinal de internet sem fio em todas as dependências da faculdade por meio da instalação de novos acess point. O link de internet passará de 10 para 50 megas de velocidade. Além disso, os laboratórios de informática estão passando por reformas com o objetivo de deixá-los ainda melhor.

ASSUNTOS
RELACIONADOS