Trabalho Infantil é tema de seminário em sala de aula

01 | 10 | 2012
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente
Assessoria de Comunicação Toledo Prudente

Dentro da disciplina de Direito do Trabalho, o professor José Roberto Oliva promoveu com os alunos do 4º termo, turmas A e B, das Faculdades Integradas Antônio Eufrásio de Toledo, um seminário sobre o trabalho infantil.

O professor explica que a ação serviu para fazer com que os alunos tivessem seus horizontes ampliados diante da temática e que eles buscassem extrair da vida real exemplos dos malefícios que o trabalho precoce traz.

“O objetivo do seminário foi fazer com que os alunos da Toledo sejam multiplicadores de uma luta que deve ser travada contra essa chaga que é o trabalho infantil em todo o mundo”, expõe.

O aluno do 4º termo A de Direito, Vinícius Flores Branco, explica que o trabalho serviu para que eles desenvolvessem um olhar crítico sobre o Direito e também sobre a realidade.

“Ao longo do seminário, muitos dos conceitos que estão ligados ao senso comum puderam ser revistos e substituídos por um conhecimento cientifico que permite o vislumbrar dos aspectos negativos advindos do trabalho da criança e do adolescente”, pontua Branco.

Além disso, a tarefa serviu também para mostrar que a educação é a responsável por dar as crianças um futuro melhor.

Oliva comenta que o tema envolveu a necessidade da prevenção, a erradicação do trabalho infantil e a proteção que deve ser dada aos adolescentes trabalhadores.

“Para que o trabalho fosse realizado, a temática foi dividida em 10 subtemas que abordaram: idade mínima para o trabalho, proteção integral e prioritária de crianças e adolescentes, abolição do trabalho infantil, trabalho infantil doméstico, trabalho infantil artístico, as piores formas de trabalho infantil, trabalho em ruas, praças e outros logradouros; trabalho insalubre, perigoso e penoso; trabalho noturno, aprendizagem e muitos outros relacionados à proibição do trabalho infantil e sobre quais condições o adolescente pode trabalhar”, afirma.

O trabalho foi entregue no formato de artigo e cada grupo também precisou fazer uma exposição sobre a temática podendo ser através de slides e vídeos.

“Como nos anos anteriores, todos os grupos apresentaram vídeos e a grande maioria desses vídeos foi produzida pelos próprios alunos”, pontua. 

O aluno explica que a ideia do vídeo foi a de expressar a dicotomia entre os desejos da criança e a situação de trabalho que acaba suprimindo seus sonhos.

“Para isso, meu colega de grupo, o Tauan retirou alguns pequenos vídeos do Youtube, bem como algumas imagens da internet, e as editou, usando uma música triste como trilha sonora e efeitos visuais. O vídeo seguiu esta trajetória, entretanto, abordando também o lado jurídico através do texto inserido entre a primeira e segunda partes do poema que eu escrevi. Em uma estrofe usei uma linguagem que sugerisse algo lúdico, por isso a repetição do termo "a gente", e um segundo verso com uma frase meio "atropelada", repetindo os mesmos verbos.”, expõe Branco

Oliva aponta como satisfatórios os resultados obtidos em sala. 

 

ASSUNTOS
RELACIONADOS